Início » Em Destaque » Monstruosamente independente

Monstruosamente independente

Alguém aí viu a repercussão que deu o Cristiano Ronaldo rejeitando refrigerante na sala de coletiva da Eurocopa? Pelo amor de Deus! Um gesto que aparentemente parecia simples, ganhou uma proporção gigantesca, a ponto inclusive da empresa perder uma fortuna na bolsa de valores. Isso mesmo! Foram bilhões de dólares só porque ele empurrou a garrafa de refri e optou por beber água. Agora me diga: que tipo de represália um cara desses pode sofrer? Digo da organização do evento ou até de parceiros comerciais? No nível que ele está? NENHUM!

Para fazer o combo da provação do sucesso (se é que ainda é preciso!) esse rapaz estreou com a Seleção Portuguesa na Euro e fez dois gols da vitória contra Hungria por 3 a 0. Com isso bateu o recorde e se tornou o maior artilheiro da história da Eurocopa com 11 gols. Superou o francês Platini que até então era o principal goleador com 9.

Se somarmos o fato do CR7 ser o maior artilheiro também da Liga dos Campeões com 134 gols, fica difícil arrumar uma crítica para o ‘robozão’. E mais! Fica evidente que esse rapaz chegou em um nível que verdadeiramente está acima de muita decisão política, esportiva ou comercial. Mérito 100% dele. Só precisa ter a cabeça boa. E ele tem.

Craque Neto 10

Craque Neto 10

Neto é ex-jogador de sucesso e um dos maiores ídolos da história do Corinthians. Desde 2006 trabalha na TV Bandeirantes e Bandsports onde é apresentador dos programas ‘Os Donos da Bola’ e ‘Baita Amigos’. Agora é blogueiro exclusivo do Portal da Band. Atualmente sua audiência é considerada um fenômeno em mídias eletrônicas.

5 comentários

  • Boa tarde Craque Neto.
    Antes de mais queria apresentar as minhas sentidas condolências pela perda do seu irmão. Que Deus conforte toda a família e o acolha em seus braços.
    Agora relativamente ao tema, das garrafas de refrigerante eu pergunto:
    Quem é o Cristiano Ronaldo perante um gigante do calibre da marca que ele desdenhou?
    Eu sou português e apesar de estar radicado no Brasil, acompanho as notícias do meu país, e logo que vi o que ele fez na coletiva de imprensa critiquei pois apesar de achar que ele é sem dúvida um bom atleta, essa condição não lhe dá o direito de ser arrogante ao ponto de intimidar um produto que existe há mais de um século e com o sucesso que todos sabemas independentemente das questões de benefício ou não para a saúde de quem o consome.
    Que ele proíba os filhos de tomar refrigerante ou comer chocolates é um problema dele e de que com ele convive, e certamente nunca nenhum pediatra o questionou ou argumentou em relação a isso.
    O refrigerante em questão deveria processá-lo pela atitude, uma vez que é um dos patrocinadores do torneio e certamente contribui para os prémios que são pagos às Seleções presentes e por consequência aos jogadores que elas pertencem.
    Em jogo jogado, também vi que se não entrassem o Renato Sanches, e o Rafa (ainda não entendi porque estavam no banco diga-se de passagem) o CR7 não fez merda nenhuma além de se pavonear em campo.
    Neto o tempo desse arrogante já passou.

  • Processar ele pq ele pegou o refrigerante de um lugar e colocou no outro??? menos, bem menos

    CR7 carrega a seleção nas costas….
    a proposito, vc disse que a coca é maior qur ele, claro que sim, pois ela é uma empresa, mas ela perdeu milhões por causa dele, e ele não perdeu nada por causa dela.

Your Header Sidebar area is currently empty. Hurry up and add some widgets.